Novo ministro pode mudar futuro de Roriz

A chegada do novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux vai encerrar a discussão que norteou as eleições 2010 no país e, principalmente, no Distrito Federal: a abrangência da Lei da Ficha Limpa. A votação que terminou empatada por 5 a 5 no STF, prejudicou diretamente o então candidato ao GDF Joaquim Roriz (PSC). Roriz, que renunciou ao mandato de senador em 2007, precisava de uma confirmação do Supremo de que a Ficha Limpa não teria ação retroativa para sustentar sua candidatura. O empate no STF equivaleu a uma derrota para o ex-governador.

Fux nunca se manifestou sobre o assunto. Mas as especulações entre aliados e colegas é de que ele pode ser contrário à retroatividade da lei. Se assim for o seu voto de desempate, ele não traz Roriz de volta ao cenário imediatamente, mas abre a porta para uma possível candidatura em 2014, uma vez que o ex-governador não estaria mais inelegível.

Apesar da idade avançada de Roriz, seu grupo político trabalha para divulgar a probabilidade. Ainda que a candidatura não se sustentasse até 2014, o simples fantasma da volta do rorizismo já seria suficiente para incomodar o atual governo.

Paola Lima

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s