DE LONGE QUASE TODOS SÃO NORMAIS

nietzsche4
Nietzcshe

Minha crônica diária, sobre a lucidez humana. Basta ler as notícias para perceber se nos enquadramos dentro de um perfil comum, a forma como reagimos determina se somos ou não normais.

Leio hoje, STF julga nesta quinta se Antonio Palocci tem direito à liberdade O Supremo negou habeas corpus ao ex-ministro, mas decidiu analisar hoje os termos da prisão preventiva devido à longa duração da medida, que já dura mais de um ano.

Homem é preso pela Polícia Militar com 124 mil dólares em maleta, no Gama O homem de 44 anos foi encaminhado pela PM para a Polícia Federal. A corporação investiga a possível relação do dinheiro outra atividade criminosa.

Após ser preso, homem que furtou celular de padre pede e recebe perdão Homem conversou com o padre em delegacia. Segundo secretária da paróquia, o religioso acredita que o ladrão deve arcar com as consequências do crime, mas pensa em ajudá-lo.

Caetano Veloso, disse certa vez: “de perto ninguém é normal.” Eu não sou normal, nem de perto nem longe, penso que um homem que lida diariamente com poesia, escreve livros, e tem como compêndios de cabeceira, Nietzsche e a Bíblia, necessariamente nesta ordem, claro que não pode ser normal. Portanto, sou provocado a escrever, não raro quando leio estes absurdos, com os quais nos acostumamos e encaramos como coisa corriqueira, fatos comuns, normais.

O STF, no Brasil se tornou juiz de primeira instância, ou de primeira grandeza, tudo o que se relaciona com poder e política, passa necessariamente pelo crivo de 11 juízes, enfunados de orgulho e arrogância, poder desmensurado e vaidade abismal. O Brasil parou, todos os poderes da república se resumem hoje apenas ao judiciário. Um país que se empenha por anos a fio, em uma questão mesquinha e partidária, prender políticos inimigos dos amigos, e soltar amigos de amigos poderosos. A economia está completamente presa nas garras dessa gente vaidosa, que tem o poder de derrubar e de levantar, do dia pra noite, com uma liminar ou ordem de prisão o valor do dólar.

Ainda falam em eleição, para isso ou aquilo, como uma emenda ou solução milagrosa, nada muda, se se tira um Zé Ninguém e põe outro no lugar. Sem contar que quem elege estes Zés ninguém são outros “ninguéns” que são levados de um lado a outro das enxurradas de manipulações bem pagas.

Então julguem os senhores, apenas os que não se enquadram no perfil aqui exposto, há alguma maneira de elucidar este enigma?

“O povo que foma este grande caldeirão de culturas ignorantes esta de fato fadado à loucura consciente da passividade, ou será por ventura liberto um dia da corrente e da prisão de uma loucura coletiva inconsciente?”

 

Evan do Carmo 12/04/2018

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s