Paulo Gustavo passa a usar tratamento que faz a função de pulmão artificial para ajudar na respiração

Paulo Gustavo, em foto de agosto de 2014 — Foto: Fernando Souza/Agência O Dia/Estadão Conteúdo/Arquivo

Agravamento do quadro clínico levou a tratamento a evoluir para a terapia por ECMO – Oxigenação por Membrana Extracorpórea.

Internado desde 13 de Março para tratamento contra a Covid, o ator Paulo Gustavo passou a utilizar uma terapia que se assemelha ao uso um pulmão artificial.

Segundo texto divulgado pela assessoria do artista nesta sexta-feira (2), o ator chegou a apresentar sinais de melhora, mas devido ao agravamento do quadro clínico, teve que evoluir à terapia por ECMO – Oxigenação por Membrana Extracorpórea. Paulo Gustavo segue em terapia intensiva. Ele está intubado desde o dia 21.

“Optamos pelo início da terapia coadjuvante com ECMO, com o objetivo de permitir uma melhor recuperação da função pulmonar. Após o agravamento ocorrido, a situação permanece estável nas últimas horas”, informou a equipe médica, na nota.

A família do ator disse que segue agradecendo aos fãs pelo carinho e pede que continuem a enviar boas energias e orações para sua recuperação e para de todos os que se encontram na mesma situação.

Carro atropela dois policiais na porta do Congresso dos EUA e um deles morre; suspeito é morto ao ser detido

Por causa do incidente, sede do Congresso dos EUA foi fechada. Motivação do criminoso ainda não foi divulgada.

Polícia do Capitólio ao lado de carro que se chocou contra a barreira de segurança do Congresso americano em 2 de abril de 2021 — Foto: J. Scott Applewhite/AP

Um homem avançou com um carro sobre a barreira de proteção na entrada do Capitólio, sede do Congresso dos Estados Unidos, em Washington, nesta sexta-feira (2). Dois policiais foram atropelados e levados a um hospital. Um deles não resistiu aos ferimentos e morreu, confirmaram autoridades locais. O criminoso foi baleado, levado a outra unidade de saúde, e também morreu.

Veja abaixo um RESUMO do atropelamento no Capitólio

  • Um homem avançou, com um carro, sobre a barreira de segurança montada ao redor do Capitólio, em Washington, sede do Congresso dos EUA.
  • Agentes de segurança balearam o motorista quando ele saiu do carro com uma faca na mão, segundo uma TV local – o homem foi detido no hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
  • Dois policiais foram atropelados. Um deles morreu no hospital.
  • Por causa do incidente, a sede do Congresso americano foi fechada por pouco mais de duas horas.
  • Não se sabe qual a motivação do ataque nem se há ligações com a invasão ao Capitólio por apoiadores do ex-presidente Donald Trump ocorrida em 6 de janeiro.

De acordo com a porta-voz da Polícia do Capitólio, Yogananda Pittman, o motorista do carro saiu armado com uma faca após avançar com o veículo sobre os policiais. Houve confronto, e os agentes de segurança atiraram contra o homem. As identidades do criminoso e dos policiais ainda não foram reveladas. As autoridades de segurança dizem que não há indícios de terrorismo.

–:–/–:–

Capitólio dos EUA entra em lockdown depois de ameaça de segurança

A emissora americana CNN, citando fontes policiais, relata que um policial chegou a ser esfaqueado. Não se sabe, porém, se esse agente ferido a faca é um dos dois atropelados ou se seria uma terceira pessoa envolvida no caso.

Por causa do crime, autoridades americanas fecharam o complexo de edifícios onde fica o Capitólio alegando “ameaça à segurança”. O fechamento durou pouco mais de duas horas. Duas ruas do centro de Washington também ficaram parcialmente bloqueadas. Como o Congresso está em recesso nesta sexta-feira, havia poucas pessoas no local.

Carro atropelou dois agentes na porta do Capitólio, segundo a polícia — Foto: NBC

Carro atropelou dois agentes na porta do Capitólio, segundo a polícia — Foto: NBC

Até a última atualização desta reportagem, não havia qualquer informação sobre a motivação do crime nem se houve ligações deste atropelamento com a invasão ao Capitólio por apoiadores do ex-presidente Donald Trump, em 6 de janeiro (leia mais sobre esse episódio no fim da reportagem).

Continuar lendo Carro atropela dois policiais na porta do Congresso dos EUA e um deles morre; suspeito é morto ao ser detido

Caso Isa Penna: em decisão inédita, Alesp suspende deputado Fernando Cury por seis meses por passar a mão na colega

O deputado estadual Fernando Cury, no plenário da Assembleia Legislativa de SP (Alesp). — Foto: Divulgação/Agência Alesp

Punição implica a paralisação do mandato e do gabinete, com a posse do suplente, Padre Afonso (PV), que poderá formar sua própria equipe. Pressão dos deputados fez com que presidente da Casa aceitasse discutir punição maior do que os 119 dias sugeridos no Conselho de Ética. Deputada comemora decisão e diz que Alesp não aceitará assédio.

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) aprovou por unanimidade nesta quinta-feira (1º) uma resolução que determina a perda temporária do mandato do deputado Fernando Cury (Cidadania) por 180 dias no processo em que a deputada Isa Penna (PSOL) o acusou de importunação sexual (veja mais vídeo acima).

Continuar lendo Caso Isa Penna: em decisão inédita, Alesp suspende deputado Fernando Cury por seis meses por passar a mão na colega

O erro é do sistema

⁠O erro é do sistema, aparentemente democrático, que em tese, é o povo que manda numa democracia. Contudo, desde quando um povo tolo, alienando, manipulado por força econômica tem respaldo moral para eleger e determinar quem manda num país, como por exemplo, dar poder para um presidente, que pode ser um déspota, um louco, para comandar as forças armadas. Está armado o caos e a intolerância ditatorial pode reinar por décadas, em um sistema falido como é a nossa ilusória democracia…

Anvisa nega certificação de boas práticas a empresa fabricante da Covaxin, vacina da Índia para Covid-19

Vacina Covid: Anvisa nega certificado de boas à fabricante da Covaxin

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) negou, nesta terça-feira (30), a certificação de boas práticas de fabricação à Bharat Biotech, empresa de biotecnologia indiana que desenvolveu a Covaxin, candidata a vacina da Covid-19. A inspeção na fábrica indiana foi realizada por uma equipe de inspetores da Anvisa no começo de março.

Continuar lendo Anvisa nega certificação de boas práticas a empresa fabricante da Covaxin, vacina da Índia para Covid-19

Bolsonaro ameaça com tanques, mas eles não matam coronavírus

Jair Bolsonaro e covas para mortos por coronavírus

Para o jornalilsta Alex Solnik, Jair Bolsonaro se sentiu acuado pelo centrão e resolveu reagir mostrando suas garras. “Quer se cercar dos aliados mais fieis para impedir o fim de seu governo a todo custo. Nem que seja preciso colocar tanques na rua. Mas tanques não matam coronavírus”, afirma

A frase mais contundente da carta de demissão do ministro da Defesa, Fernando de Azevedo e Silva – “preservei as Forças Armadas como instituições de estado” – dá a entender o motivo de sua saída.

Bolsonaro queria usar as Forças Armadas como instituições em defesa de seu governo.

E ele não concordou.

A nomeação de Anderson Torres para o ministério da Justiça é mais um sinal de guinada mais à direita ainda, cuja consequência deverá ser uma enxurrada de processos contra críticos do governo.

Bolsonaro se sentiu acuado pelo centrão e resolveu reagir mostrando suas garras.

Quer se cercar dos aliados mais fieis para impedir o fim de seu governo a todo custo.

Nem que seja preciso colocar tanques na rua.

Mas tanques não matam coronavírus.

“LEMBRE DE VOCÊ” registrando aqui minha nova canção..

LEMBRE DE VOCÊ

C7+ D#Dmin         DM7-9

Sem pensar em saudade
G7\5                 C7+   B7\5-

ME lembrei de você

                      E7\9+          Bb\5- A7\5+

Do seu corpo moreno 

DM7-9                G7+
Do seu olhar obsceno
                  EM\79+    Bb\5- A7\5+

A me enlouquecer

DM7-9          Ab\5- A7\5+
do seu beijo veneno

G7\5+       C7+
a me adormecer.

C7+ D#Dmin         DM7-9

Foi sem querer que a tristeza

G7\5                 C7+   B7\5-

chegou com a canção
                       E7\9+          Bb\5- A7\5+

que eu fiz pra você
DM7-9       EM\79+   Bb\5- A7\5+     

naquele verão

DM7-9              G7\5                
onde fiz dos teus olhos
             C7+        B7\5-

toda minha razão
E7\9+      AM          D79   

de viver, de sorrir, de sonhar

G        C7+
de paixão.

Foi sem pensar em saudade
que me veio a lembrança
que perdi a esperança
de voltar a te ver.

EVAN DO CARMO

Vacina de Oxford tem 79% de eficácia contra casos sintomáticos de Covid-19, apontam testes nos EUA, no Chile e no Peru

Maria do Livramento Silva, aos 117 anos, recebe a 1ª dose da vacina Oxford/Astrazeneca no Cabo de Santo Agostinho — Foto: Silas Gabriel/PMCSA
Maria do Livramento Silva, aos 117 anos, recebe a 1ª dose da vacina Oxford/Astrazeneca no Cabo de Santo Agostinho — Foto: Silas Gabriel/PMCSA

A vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca teve 79% de eficácia na prevenção de casos sintomáticos da doença, segundo testes feitos com 32.449 voluntários nos Estados Unidos, no Chile e no Peru. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (22). Entre participantes com mais de 85 anos, a eficácia foi de 80%.

Continuar lendo Vacina de Oxford tem 79% de eficácia contra casos sintomáticos de Covid-19, apontam testes nos EUA, no Chile e no Peru

Brasil registra média móvel acima de 2 mil mortes diárias por Covid pela 1ª vez; total passa de 285 mil

País contabilizou 11.700.431 casos e 285.136 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa. Diagnósticos registrados em 24 horas também batem pior marca: mais de 90 mil.

Aumento da média móvel de óbitos na última semana. Já são 19 dias seguidos com recorde no índice — Foto: Editoria de Arte/G1

O Brasil registrou 2.736 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas e totalizou nesta quarta-feira (17) 285.136 óbitos. Com isso, a média móvel de mortes no país nos últimos 7 dias chegou a 2.031, ficando pela primeira vez acima da marca de 2 mil. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +49%, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença.

É o que mostra novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta quarta.

Já são 56 dias seguidos com a média móvel de mortes acima da marca de 1 mil, e pelo décimo dia a marca aparece acima de 1,5 mil. Foram 19 recordes seguidos nesse índice, registrados de 27 de fevereiro até aqui.

%d blogueiros gostam disto: