Vencedor do Jabuti, José Rezende Jr. lança coletânea Estórias mínimas

Em 194 microcontos, Rezende fala de solidão, amor, morte, violência e tempo: exercício divertido dedicado ao cão Miguilim (Zuleika de Souza/CB/D.A Press )
Em 194 microcontos, Rezende fala de solidão, amor, morte, violência e tempo: exercício divertido dedicado ao cão Miguilim
O escritor José Rezende Jr. ficou intrigado quando ouviu falar do Twitter. Foi no fim de 2009, e a ideia de escrever ficção com apenas 140 toques parecia desafiadora. Rezende abriu a conta no Twitter, mas acabou atropelado por um convite. Mal teve tempo de aprender o funcionamento do site antes de aceitar escrever microcontos para uma coluna semanal na revista eletrônica Terra Magazine. A prática virou um exercício divertido e cheio de humor, que agora salta das páginas da rede para o papel em Estórias mínimas. Publicada pela 7Letras e com lançamento marcado para hoje no Café com Letras, a pequena coletânea reúne 194 microcontos marcados pelo olhar melancólico e, eventualmente, bem-humorado do autor.
Continuar lendo Vencedor do Jabuti, José Rezende Jr. lança coletânea Estórias mínimas
Anúncios

Pressa e desentendimentos

A pressa em encerrar a sessão legislativa nesta quinta-feira (3) acabou provocando desentendimentos entre os distritais.

Presidindo a Mesa Diretora, o primeiro secretário da Câmara Legislativa, deputado Raad Massouh (DEM), abriu e fechou a sessão em pouquíssimo tempo. Havia quatro deputados em plenário – são necessários oito para início da sessão. Mas outros sete parlamentares participavam de uma reunião em um dos gabinetes. Sua colega de partido, Eliana Pedrosa, que pretendia aprovar um projeto na sessão desta quinta, ficou insatisfeita. “Estava na Casa desde às 14h e tinha um item importante para ser votado. Não se pode descumprir o regimento para
tentar aparecer melhor na mídia”, criticou. A bronca foi de que Raad não esperou os 30 minutos regimentais para encerrar a sessão. Teria adiantado o encerramento para dar uma entrevista à imprensa.

Continuar lendo Pressa e desentendimentos

Servidora do HBDF é presa por fraudar receitas e revender medicamentos

Uma servidora foi presa em flagrante nesta quinta-feira (3/2) acusada de fraudar receitas médicas no Hospital de Base do Distrito Federal. De acordo com o delegado-chefe Laércio Rossetto, da 5ª Delegacia de Polícia (Área Central), a enfermeira de 42 anos pegava medicamentos na farmácia ambulatorial do hospital para depois revendê-los. Há 10 anos trabalhando no HBDF, a mulher foi presa em flagrante dentro do próprio hospital.

Continuar lendo Servidora do HBDF é presa por fraudar receitas e revender medicamentos

Repórteres da EBC são detidos e vendados no Egito e obrigados a voltar para o Brasil

Renata Giraldi
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Enviados para o Egito para a cobertura da crise política no país, o repórter Corban Costa, da Rádio Nacional, e o repórter cinematográfico Gilvan Rocha, da TV Brasil, foram detidos, vendados e tiveram passaportes e equipamentos apreendidos. Desdeontem (2) à noite até esta manhã, Corban e Gilvan ficaram sem água, presos em uma sala sem janelas e com apenas duas cadeiras e uma mesa, em uma delegacia do Cairo.

Continuar lendo Repórteres da EBC são detidos e vendados no Egito e obrigados a voltar para o Brasil

43 deputados terão 15º salário antes de deixar a cadeira para os suplentes

Rands vai apresentar projetos. Depois, virá o governo de PEOs 43 parlamentares que iniciaram a legislatura na Câmara e no Senado e que deixarão as cadeiras nas mãos dos suplentes para assumir secretarias e ministérios custarão pelo menos R$ 2,2 milhões ao Congresso só por assinarem o termo de posse. Apesar de assumirem o mandato por apenas um dia, os titulares receberão R$ 26.700 como “ajuda de custo”, o chamado 14º salário. Após a convocação, os suplentes também serão contemplados com o salário extra.

Continuar lendo 43 deputados terão 15º salário antes de deixar a cadeira para os suplentes

Atendimento no HRSM é precário devido a insatisfação dos terceirizados

O Hospital Regional de Santa Maria estava movimentado nesta quarta-feira (02). Ainda não se sabe quem sai e quem fica no hospital. A Justiça decidiu prorrogar o contrato com a Real Sociedade Espanhola por mais três meses e o mal-estar da convivência entre os funcionários da empresa e os concursados do GDF começou.

Continuar lendo Atendimento no HRSM é precário devido a insatisfação dos terceirizados

Parecer do TCU conclui que não havia razão para falta de remédios no DF

Auditoria do TCU aponta irregularidades como desvio de recursos, superfaturamento na compra de remédios e fraudes em licitações que geraram um prejuízo de  R$ 6,5 milhões (Carlos Moura/CB/D.A Press )Desvio de recursos, superfaturamento na compra de remédios e concentração de compras em poucas empresas, muitas vezes com dispensa de licitação. Esse é o quadro que os auditores do Tribunal de Contas da União (TCU) encontraram no Distrito Federal, após um pente-fino nos gastos da Secretaria de Saúde do DF de 2008 a 2010. Os problemas geraram um prejuízo de pelo menos R$ 6,5 milhões aos cofres públicos. O parecer, apresentado pelo ministro José Jorge e aprovado ontem, mostra que não havia razões para a falta de medicamentos no DF, já que os recursos que deveriam ser aplicados na compra de remédios superam os valores gastos.

Continuar lendo Parecer do TCU conclui que não havia razão para falta de remédios no DF

Literatura e Notícias

%d blogueiros gostam disto: